quarta-feira, 23 de junho de 2010

Personagens Bíblicos - MATIAS

ATOS 1:15-26; LUCAS 9:1-6; 10:1-12

Matias é um homem cujo nome nunca é mencionado antes ou depois do primeiro capítulo de Atos. Ele é muito importante, no entanto, por causa das verdades doutrinárias que podemos aprender a partir das qualidades exigidas para sua nomeação. Foi eleito pela Igreja reunida (Atos 1:12-15) para substituir Judas Iscariotes, que tinha perdido seu lugar no apostolado (não a salvação, porque ele não a tinha) por causa da transgressão (Atos 1:16-20). É errônea a opinião de muitos de que a igreja começou no dia de Pentecostes, em Atos, capítulo dois. Isso é totalmente errado, porque vemos a igreja aqui em Atos, capítulo um, reunida e funcionando como igreja.

A grande importância de Matias e sua nomeação ao apostolado são as qualificações aqui listadas. Requereu-se dele que acompanhasse os apóstolos todos os dias, enquanto o Senhor Jesus Cristo estivesse entre eles (Atos 1:21). Precisava ser um homem que começou seu ministério no tempo do batismo de João o Batista (Atos 1:22). É quase certo que foi um dos “outros setenta”, de Lucas 10:1-12, a quem foram dados dons apostólicos e que foram enviados a pregar o reino de Deus. Você pode presumir que todos os homens do Novo Testamento que exerceram dons apostólicos, tais como cura de enfermos, ressuscitar mortos, etc., estavam entre esses setenta, com uma única exceção, o Apóstolo Paulo.

Alguns acham que a igreja errou ao selecionar Matias e pensam ainda que Paulo era a escolha de Deus. Estão errados. Deus escolheu Paulo para um apostolado muito especial, o dos gentios. Devia haver 12 apóstolos para os judeus e requereu-se que fossem homens que testemunhassem pessoalmente a ressurreição corpórea do Senhor Jesus Cristo. Deveríamos cuidadosamente notar com que freqüência esse detalhe é mencionado no Novo Testamento como sendo uma doutrina indispensável. Devemos, portanto, concluir que todos aqueles que negam ou desacreditam a ressurreição corpórea de Jesus Cristo são falsos profetas.

Perguntas – MATIAS

1. Por que Matias precisou ser selecionado?
2. Quem mais foi considerado para essa posição?
3. Como Matias foi selecionado?
4. A quem o povo pedia orientação nessa escolha?
5. A igreja começou no dia de Pentecostes?
6. Como podemos nos assegurar de que a igreja não começou em Atos dois?
7. Qual era a primeira qualificação exigida para a substituição de Judas?
8. Quem batizou Matias?
9. Quem batizou os outros apóstolos?
10. Como Judas caiu?
11. Judas perdeu a salvação?
12. Deus se agradou com a escolha de Matias?
13. Que livro do Velho Testamento fala da queda de Judas e da ordenação de Matias?
14. Qual a diferença entre Matias e Paulo?
15. Matias deveria ser testemunha do quê especificamente?
16. Matias teve uma vida exuberante depois disso?
17. Matias parecia ser originalmente de qual grupo?
18. Ele teve dons apostólicos antes de Atos um?
19. Ele conheceu o Senhor Jesus pessoalmente, num sentido físico?
20. Se um homem nega a ressurreição corpórea de Jesus Cristo, é possível que seja um Cristão?


Autor: Pr Forrest Keener
Fonte: www.obreiroaprovado.com

3 comentários:

  1. Amo a historia de MAtias

    ResponderExcluir
  2. Que papo é esse de apóstolos aos judeus?
    A ordem de "até os confins da terra foi dada a eles também! Que teologia inventada é essa?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A intenção do texto não é dizer que eram apóstolos somente "ao judeus", mas sim que não compreensão dos judeus (que criam em Jesus), principalmente os apóstolos, o número de apóstolos deveria ser 12, pois este foi o número que Jesus escolheu e não 11 com a saída de Judas Iscariotes. Por isso, para eles, judeus, deveria o número ser 12 e então, escolheram Matias para compor o número original.
      Veja então que a questão não se trata de uma "teologia inventada", mas apenas de interpretação de texto.

      Excluir

Compartilhe

Leia também

Related Posts with Thumbnails