sexta-feira, 18 de junho de 2010

Personagens Bíblicos - TOMÉ

MATEUS 10:1-4; JOÃO 21:2; 11:16; 14:5; 20:24-29; ATOS 1:13, 14

Temos mais informações sobre Tomé do que, em média, temos sobre os Apóstolos. Tendemos a ser críticos em relação a quase tudo o que lemos sobre Tomé. Mas vamos lembrar-nos de que aprendemos através da fraqueza e das falhas dos discípulos e da correção do Senhor sobre eles. Assim, nossas próprias dúvidas e falhas são trazidas à luz, somos aperfeiçoados e Deus é glorificado.

Tomé parece ter sido um homem cético. Hoje em dia, muitos o chamam de “o Tomé que duvida”. Quando o Senhor começou a voltar a Judéia para levantar Lázaro dentre os mortos (João 11:11-16), Tomé esperou que Ele também seria morto. Isto era fraqueza de fé. Devemos observar, porém, que isso era uma indicação de que ele estava submisso à liderança de Jesus, ainda que isso significasse a morte.

O motivo pelo qual Tomé é mais conhecido relaciona-se ao seu ceticismo acerca da ressurreição do Senhor. Por este ceticismo é chamado de “o Tomé que duvida”. Não se esqueça, entretanto, que todos os Apóstolos eram céticos nesse sentido, nenhum deles esperava realmente que o Senhor ressuscitasse da sepultura, embora lhes tenha dito repetidamente que o faria. Tomé não acreditou nos outros Apóstolos quando lhe disseram que Jesus tinha ressuscitado dentre os mortos e que lhes tinha aparecido em sua ausência. Disse que não acreditaria a não ser que tocasse nas mãos de Jesus perfuradas pelos cravos e no lado perfurado pela lança (João 20:24-29). Quando o Senhor apareceu à assembléia no seguinte Dia do Senhor, Tomé estava presente. Sabendo do seu ceticismo, Jesus separou-o dos outros e o convidou a tocar Suas mãos e Seu lado e depois repreendeu Tomé por causa de sua incredulidade. Tomé respondeu em adorar-O desta maneira, “Meu Senhor e meu Deus”.

João é o único escritor que dá alguma informação sobre um feito ou afirmação de Tomé. Podemos pensar primeiramente que João era um crítico seu. Não é assim porque Deus inspirou cada palavra que João escreveu. Podemos concluir certamente que Deus escolheu pela incredulidade de Tomé e o registro de João dela para, através disso, mostrar-nos pormenores individuais e fortalecer a nossa fé.

Perguntas – TOMÉ

1. Qual um outro nome pelo qual Tomé é chamado na Bíblia?
2. Qual o escritor da Bíblia que mais escreve sobre Tomé?
3. Qual o apelido atribuído a Tomé hoje em dia?
4. Por que se atribui esse nome a Tomé?
5. Você acha que sua fé teria sido maior que a dele?
6. Tomé foi sujeito em geral à vontade de Cristo?
7. Cite uma instância de sua vida que indica sua submissão.
8. Em que nação e cidade vivia Lázaro?
9. Tomé acreditava que Jesus podia cuidar de Si mesmo?
10. Tomé estava disposto a morrer por Jesus?
11. Qual foi a maior exibição do ceticismo de Tomé?
12. Ele confiou nos seus companheiros Apóstolos?
13. Duvidou da palavra de Jesus?
14. Por que Tomé não soube da ressurreição de Jesus tão logo quanto os outros?
15. O que disse que seria necessário para convencê-lo?
16. De que modo Jesus entrou na sala quando Tomé o viu?
17. Tomé pediu permissão para tocá-Lo?
18. O que Jesus desafiou-o a fazer fisicamente?
19. O que Jesus desafiou-o a fazer espiritualmente?
20. Qual foi a resposta final de Tomé?


Autor: Pr Forrest Keener
Fonte: www.obreiroaprovado.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe

Leia também

Related Posts with Thumbnails