sábado, 17 de julho de 2010

História Bíblica do AT - A MALDIÇÃO SOBRE O HOMEM E SEU DOMÍNIO

Gênesis 3:14-24; Romanos 5:12-21

A maldição do pecado que repousa sobre o homem hoje é, provavelmente, a influência mais abrangente que já observamos em ação. Essa maldição é imposta em duas direções. Há aquilo que podemos chamar de resultado simples. Quando o homem pecou, Deus não o matou, ele morreu. Por outro lado, através dos séculos, a Bíblia registra que Deus tem positivamente matado multidões de pessoas pelo pecado.

A morte não é a única penalidade imposta. Houve uma maldição sobre a vida animal (Gênesis 3:14). A serpente foi amaldiçoada da pior maneira, mais do que todo o gado e todas as bestas, mas, é claro, eles também foram amaldiçoados, se ela foi amaldiçoada mais do que eles.

Sobre a mulher, houve a maldição da tristeza e dor ao dar a luz os seus filhos (Gênesis 3:16). Houve também a desgraça de ser dominada por um homem caído. A liderança e o reino do homem podem ser uma benção quando ele conduz a si mesmo bem. Mas ele governa sobre a mulher e o desejo dela está sujeito a ele, igualmente quando ele é mal ou bom. As direções de movimentos como "A liberação das mulheres" estão todas erradas, mas mesmo que estivessem corretas, estão sentenciadas a falharem. Essa maldição foi imposta por Deus e o homem (ou a mulher) nunca poderão se livrar dela.

Houve também a maldição sobre a própria terra (Gênesis 3:17-19). À medida que o homem come do fruto da terra, deve trabalhar para isso. Deve comer dela com sofrimento (Gênesis 3:17) e no suor de seu rosto (Gênesis 3:19). Já que, ao que parece, antes da queda, o homem apenas lavrou o jardim o qual produziu tudo para ele (Gênesis 2:8-15), mas, depois da queda, o jardim o repeliu, produzindo espinhos e cardos (Gênesis 3:18).

Ainda mais houve a imposição da morte física sobre Adão e toda a sua descendência (Gênesis 3:22-24). Parece que o homem, por comer da árvore da vida (Gênesis 2:9; Gênesis 3:22), poderia ter vivido para sempre. Naturalmente, Deus não era e não é desejoso para o homem viver para sempre nesse estado horrível de pecado. Conduziu então o homem para fora do jardim, proibindo-lhe o acesso à árvore da vida, e colocou querubins (guardas angelicais) na entrada do jardim para manter o homem fora.

Dentre todas essas maldições terríveis, a pior delas ainda não foi mencionada. Essa é, obviamente, a separação eterna de Deus e uma condenação exacerbada no abismo do inferno. Essa não é a primeira morte, que Adão morreu no jardim e na qual todos nós existimos. É a segunda morte, que vem sobre todos cujos nomes não estão escritos no livro da vida (Apocalipse 20:15). Dessa maldição não há libertação. Oh, quão longe o homem caiu!

PERGUNTAS
1. Parte da maldição foi imposta por Deus?
2. Parte dela é um simples resultado do pecado?
3. Isto significa que isso não foi proposto por Deus?
4. Deus já matou pessoas?
5. Deus tem o direito de tomar nossas vidas?
6. Deus matou Adão (espiritualmente) (fisicamente)?
7. Deus impediu Adão de continuar a viver?
8. Quais são as duas maldições que foram impostas sobre a mulher?
9. Isso significa que o homem tem o direito de governar a mulher como lhe agrada?
10. Deus ainda amou Adão e Eva?
11. A maldição afetou a vida animal?
12. Se sim, aponte algumas maneiras em que isso ocorre.
13. Qual dos animais foi mais amaldiçoado?
14. Qual foi uma dessas maldições?
15. Qual efeito isso teve sobre a vida vegetal - se houve?
16. Isso afetou o solo? Se sim, como?
17. Deus queria que o homem continuasse vivo?
18. Deus o impossibilitou disso?
19. Qual é a pior coisa na maldição?
20. Em que sentido, se há algum, esse é o desejo de Deus?



Autor: Pr. Forrest Keenr
Fonte: www.PalavraPrudente.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe

Leia também

Related Posts with Thumbnails