sábado, 17 de julho de 2010

História Bíblica do AT - NASCIMENTO E DEPRAVAÇÃO HUMANA

Gênesis 4:1-26

No capítulo três do Livro do Gênesis, vemos o pecado e a queda da espécie humana. No capítulo seguinte, vemos o primeiro nascimento e o fruto do homem e da mulher caídos.

Vemos, aqui, dois homens e dois acessos a Deus. Naturalmente há Abel (o segundo nascimento), que faz uma oferenda que confessa o pecado e pede o perdão através de Cristo (Hebreus 11:4). Entretanto, nesta lição, direcionaremos nossa atenção para o conteúdo desse capítulo da Escritura. Isso é, obviamente, a ação de Caim e sua descendência.

Se psicólogos modernos lessem essa passagem e acreditassem nela, rir-se-iam de si mesmos por sua insensatez. Falo de sua constante busca por causas subjacentes aos atos de perversão e violência do homem.

A natureza da conduta de Caim é um perfeito esboço para a história do homem caído. Primeiro, ele se aproximou de Deus como se ele mesmo fosse Deus, movendo-se contrário à revelação de que ele deveria vir como um pecador, por sacrifício de sangue. Em segundo lugar, ele se irou com Deus quando Ele não aceitou sua oferenda. Desse modo, Caim estava assumindo o lugar que o Diabo prometeu a Eva: "como deuses, reconhecendo bem e mal". É esta ira e esta animosidade em relação a Deus que fazem o homem odiar seu irmão; assim, Caim matou seu próprio irmão. Esse avanço, ou regresso, para as profundezas do pecado e do crime não surge através de uma longa linha de abusos parentais e doenças mentais herdadas: isso flui de um coração humano depravado em uma única geração. Problemas hereditários devem intensificar e complicar o problema, mas a causa é, claramente, um resultado de um coração humano caído e degradado (Mateus 15:19).

Não vemos apenas depravação, mas, em Caim, impenitência. Sua primeira resposta para seu crime não foi o arrependimento, mas ele mentiu para Deus (vs. 9). Lamentou diante de Deus em relação à sua punição (vss.13-14). Ainda não o vemos implorando a Deus por piedade e perdão, mas ele, antes, abandona a presença e o conselho de Deus (vs. 16).

Finalmente, vemos na descendência de Caim a continuação do seu exemplo egoísta e incrédulo. Houve poligamia (vs. 19) e mais assassínio (vs. 23). Notaremos que esses homens não mentalmente impotentes, eram edificadores (vs. 17), pecuaristas (vs. 20), músicos (vs. 21), artesãos (vs. 22). Observaremos a causa parentética da substituição da descendência espiritual (Gênesis 4:25 - 5:32). Então, vemos o recomeço e a descrição da descendência de Caim em Gênesis 6:1-7. Eles são descritos deste modo: casaram-se como escolheram (Gênesis 6:2), toda a imaginação de seu coração era somente e continuamente o mal.

PERGUNTAS - NASCIMENTO E DEPRAVAÇÃO HUMANA

1. Quem foi o primeiro homem nascido?
2. Quem foi o segundo homem nascido?
3. Eles poderiam ser gêmeos?
4. Abel foi um pecador?
5. O que o fez diferente de Caim?
6. Esses dois irmãos acreditavam em Deus?
7. Quais foram as ofertas de cada um deles?
8. Qual passagem da Bíblia explica a oferta de Abel?
9. Deus deu a Caim uma segunda chance para que ele oferecesse devidamente?
10. Caim discutiu esse problema com seu irmão?
11. Que coisa terrível fez Caim?
12. Caim estava ciente de que isso era pecaminoso?
13. Deus discutiu com Caim sobre isso?
14. Caim confessou que estava errado?
15. Ele admitiu que Deus estava certo em puni-lo?
16. A vida de Caim esteve em perigo?
17. Circunstâncias atenuantes motivaram o ato de Caim?
18. Quem construiu a primeira cidade?
19. Qual foi o nome do primeiro filho de Caim?
20. Esses homens tornaram-se melhores assim como se tornaram sábios?



Autor: Pr. Forrest Keenr
Fonte: www.PalavraPrudente.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe

Leia também

Related Posts with Thumbnails